Seguidores

domingo, maio 19, 2013

Refexão sobre o Amor

 Autoria: 
 Marcos Ribeiro, professor e consultor em educação sexual no Rio de Janeiro, é autor de Tribo Adolescente, em consultoria com o ator David Lucas (18); Conversando com seu Filho Adolescente Sobre Sexo (Ed. Planeta) 
e Somos Iguais Mesmo Sendo Diferentes! ( Ed. Moderna)
É a baixa autoestima que produz
 e alimenta as relações doentias

Quando um dos parceiros não se ama e se respeita, não pode exigir que o outro ame e respeite. Pessoas assim acabam entrando em relações que rapidamente descambam para a agressividade, para a humilhação. A única maneira de mudar o panorama é a transformação deste parceiro, de dentro para fora, de forma que passe a se valorizar para, consequentemente, ser valorizado.
 O que será que será/ Que dá dentro da gente e que não devia/ 
Que desacata a gente, que é revelia/ Que é feito uma aguardente que não sacia...”.
A letra da música O que Será, ou Á Flor da Pele, do compositor e cantor Chico Buarque (68), 
nos vem à mente quando pensamos no que se passa com pessoas que insistem em relações tóxicas, doentias, permeadas de humilhação e cobranças sem propósito, relações nas quais um dos parceiros não está “nem aí” para o sentimento do outro.
Um relacionamento não pode dar certo 
quando se perde o respeito pelo outro ou por si mesmo, 
afinal, não podemos exigir de ninguém sentimentos que não temos por nós. 
A autoestima é a “mola mestra” para uma relação seguir em frente. 
Sem ela, nada de bom acontece.
Nem é preciso ir a cartomante mais famosa,
para saber: é certo como 1 + 1 = 2. 
Na relação amorosa é necessário gostar de si,
porque ninguém pede o que não tem e nem dá o que não pode. 
Como uma pessoa pode dar amor se falta nela? 
Amor é troca.
Se só um dá é dependência. 
E, quando um depende, é porque algo precisa ser revisto.
Quanto mais um permite que o outro desvalorize e o desrespeite, 
mais a relação e os sentimentos perdem a força, até que esta se esvai totalmente.
E, quanto mais baixa esta a autoestima, mais difícil será elevá-la. 
Quem deixa a situação chegar ao fundo do poço 
precisa juntar todas as suas forças para levantar a cabeça,
e procurar novos ares.
Abandonar a relação doentia é fundamental 
para que a pessoa humilhada restitua o amor próprio.
 Só assim ela se fortalecerá para encontrar alguém que a faça feliz.
Não adianta ficar se perguntando  
“ o que existe em mim  que estimula tanto desafeto,tanta agressão?”
Muitas vezes a pessoa que agride vê na outra pessoa um espelho 
que reflete a sua própria imagem, ou melhor,
 aquilo que ele teme e não entende em si mesmo. 
Então, já que não pode fugir de si, ela foge do parceiro; 
já que não pode brigar consigo, ele o agride.
O que fazer quando a gente se encontra nessa situação? 
Antes de mais nada, é preciso melhorar a autoestima, e o respeito por si mesmo.
Ninguém vai gostar de alguém que não gosta de si.
É necessário de pensamentos tipo:
"Como alguém pode querer uma porcaria como eu, 
se nem quem eu amo tanto, me quis?’ 
Quando se chega a esse ponto, é urgente tomar uma atitude.
Essa atitude inclui rever esse amor doente, seja para tentar curá-lo,
seja pra pensar para a frente, em outras possibilidades. 
Ninguém sente atração por uma pessoa que exala tristeza, 
baixo astral e mau humor
Depois dessa primeira sacudida, é necessário acreditar na própria capacidade
e sentimentos, lembrar que dentro de cada um de nós
 tem sempre um pedacinho capaz de se erguer nas mais adversas situações. 
Repetir como um mantra: “Eu sou capaz de mudar!’’. 
Esse exercício oxigena a autoestima e resgata o respeito por si.
É fácil? Não. 
São mudanças de dentro para fora. 
Mas só implementando-as podemos mudar o modo como o outro nos vê.
Se estivermos felizes, se nos amarmos, podemos doar amor 
e parar de exigir que nosso amor próprio seja constituído 
como o da pessoa amada. 
Ele ou ela poderá ir ou ficar, mas, se ficar, 
ficará de forma mais harmônica e equilibrada.
·      



7 comentários:

  1. Olá,Boa Noite!!
    A auto estima é fundamental na vida!!
    Temos de nos amar pra depois amar o próximo!E essa mudança vem de dentro.
    E só doa AMOR, quem estiver bem consigo mesmo!!!
    beijos e boa semana.
    Soninha.

    Tem post novo!!

    ResponderExcluir
  2. Lovely blog! Kisses from http://justohana.blogspot.com.es/

    ResponderExcluir

  3. Que esse Dia Dos Namorados
    Seja o mais Feliz da Sua Vida.
    Tomara , que esse Dia tenha reservado
    momentos de eterna felicidade.
    Não importa o Pais onde você esta ou mora
    essa Data deve ser comemorada com amor e muita Paz.
    Na postagem tem um presente é seu pode levar
    ficarei feliz em ver no seu blog.
    Um beijo terno e carinhoso.
    Um abraço pelo Dia consagrado ao amor
    e felicidade.
    Ontem não consegui fazer tudo que eu queria fazer
    por isso estou passando hoje no seu blog com
    muito carinho.Espero deixar
    você feliz com minha visita atrasada..
    Carinhosamente Sua Amiga ,, Evanir..

    ResponderExcluir
  4. Olá...
    Passando só para desejar um bom final de semana. Tudo muito Bonito por aqui !!!
    abraços

    Fulvio Ribeiro

    ResponderExcluir
  5. hola, interesante relexion, buen blog me gusta las imagenes son buenas, te agradezco por visitar y opinar mi trabajo, que tengas un buen inicio de semana saludos, :)....

    ResponderExcluir
  6. A pedido da Administração da Parceria Blogueiras Unidas, estamos visitando os links que constam na lista e levando todos que estão postando o banner BU, a carteirinha e o selo das turmas que pertencem, para a reedição da lista, caso não esteja assim em seu blog, pedimos providenciar e preencher o formulário no http://parceriaentreblogsdeartesanato.blogspot.com.br
    contamos com você em nossa parceria te aguardamos, pois teremos muitas surpresas, mais detalhes em nossa postagem no link acima.
    Obrigada pela atenção, fique com Deus.

    ResponderExcluir

Nada é pequeno e sem valor, quando é feito com Amor!
Fico muito, muito feliz quando você deixa um comentário.